Vitiligo em Portugal: Novo tratamento ugg venda sexta feira preta

Vitiligo em Portugal

Espaço para troca de experiências entre as pessoas afectadas por vitiligo, familiares e amigos, partilhando opiniões, desabafos, momentos felizes e menos felizes.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Novo tratamento

Soube hoje de uma noticia sobre um estudo cientifico que aponta para um novo tratamento.
Se procurarem por: "novo tratamento cabelos brancos e vitiligo", facilmente encontram.
Segundo o artigo, que eu comprei on-line e tenho em .pdf, há um novo produto que já estará patenteado e será, ainda segundo o artigo, comercializado em breve.
O tratamento descoberto pelos investigadores da Universidade de Bradford, na Grã-Bretanha, e da Universidade de Greifswald, na Alemanha, e publicado pela  revista Faseb, apresenta um produto -  pseudocatalase modificada - que tem resultado muito encorajadores. O estudo é de finais de Abril deste ano e parece-me muito credível.
Alguém conhece ou já ouviu falar deste produto: "pseudocatalase"? Eu encontrei um site em que esse produto é apresentado para a cura do vitiligo e essa informação é mais antiga que a noticia recente sobre este novo tratamento.
Será que agora conseguiram, com base no mesmo produto, um medicamente mais eficaz.
Quem souber alguma coisa partilhe.

Publicada por Jorge Louro à(s) 15:27 82 comentários: Pedro disse...

Olá, chamo-me Pedro.
Tenho 36 anos e tenho vitiligo nas mãos e pés, à cerca de 10 anos. Comecou por aparecer manchas nas pontas dos dedos e agora já vêm até aos pulsos, no caso das mãos.
Sinceramente, nunca experimentei nenhum tipo de tratamento, mas sempre que se aproxima o verão preocupo-me com a minha estética. Isto, porque este ano já se notam manchas nos cantos da boca! Para já estou a deixar crescer a barba.
Como sempre li e ouvi que o vitiligo não tinha cura, aguradei por uma boa notícia como esta. Yes! Vamos ver se é desta que temos um tratamento que efetivamente cure o vitiligo.
Espero ansiosamente por desenvolvimentos desta fantástica notícia. Parabéns pelo blog.
Desejo que as manchas de vitiligo que a tua filha tem, regridam gradualmente. Ela tem muita sorte em ter uns Pais que fazem tudo para tratar da sua doença, continuem.

sexta-feira, 17 maio, 2013 Jorge Louro disse...

Olá, Pedro.
Obrigado pelas simpáticas palavras e também pela sua participação que enriquece os testemunhos e experiências que podemos partilhar.
Ainda em relação à fresquíssima notícia do novo tratamento, e depois de ler – em versão leigo – o estudo científico, resumo a minha interpretação:
Haverá dois tipos de vitiligo: segmental (manchas soltas e sem relação entre elas) e não segmental (manchas simétricas – aparece numa mão e na outra, num lado da cara e no outro, etc.).
Também haverá 3 principais causas para o vitiligo: hereditariedade, autoimunidade e oxidação (radicais livres).
Este novo tratamento tem a ver com a 3ª causa: oxidação. O estudo debruça-se sobre o tratamento da oxidação no vitiligo segmental. Se em relação ao vitiligo não segmental já estaria mais ou menos assente (com vários estudos) que este tratamento poderá desenvolver a pigmentação, havia muitas dúvidas sobre a sua aplicabilidade em relação ao vitiligo segmental. Este estudo vem provar que o tratamento da oxidação também se pode aplicar ao vitiligo segmental.
Como já li na net, alguns médicos dizem que é preciso ter os pés assentes na terra uma vez que este tratamento poderá não resolver o problema, nomeadamente se as causas estiverem relacionadas com a hereditariedade e autoimunidade.
A minha sugestão é:
a) esperar pelo produto;
b) ter muito cuidado com as banhadas e aldrabices que surgem sempre nestas alturas;
c) e experimentar … só se perde o dinheiro (acho eu).

sábado, 18 maio, 2013 Marta disse...

Olá Jorge,
Parabéns pelo blog.
Sou Mãe de uma menina de dois anos, ontem foi-lhe diagnosticado Vitiligo pelo Pediatra (bastante conceituado e com larga experiência).
Ainda não fui a um Dermatologista, hoje já li tudo o que era possível sobre o assunto, mas confesso que me sinto confusa.
Estou à procura do melhor dermatologista em Portugal, mas não ponho de lado a hipótese de ir a Espanha, Brasil, Cuba, o que for preciso.
Que conselho pode dar a alguém que acabou de ser confrontado com a doença? O que sabe da credibilidade do tratamento em Cuba? Pode indicar-me algum bom especialista em Portugal para uma primeira consulta?
Desculpe "inundá-lo" com tantas questões...
Espero que esteja tudo a correr bem com a sua filha.
Um abraço,
Marta

quinta-feira, 06 junho, 2013 Unknown disse...

Olá, Marta.
Agora imagino que esteja com as emoções à flor da pele.
Como sabe a doença, em princípio, não tem cura mas, por outro lado, pelo facto de evoluir de forma arbitrária (positivamente ou negativamente) permite que sejam comentados e sugeridos vários tratamentos. Na verdade alguns têm resultados e outros não, mas isso pode variar de pessoa para pessoa e de tratamento para tratamento.
Apenas sugiro que tente ler o máximo que puder (inclusive todos os comentários do blog) e não se deixe ir na cantiga de todos os tratamentos que lhe aparecem à frente. Muitos deles apenas servem para gastar dinheiro. Tente manter a calma e ser positiva (bem sei que não é fácil).
No blog existem muitos comentários a tratamentos e formas de lidar com a doença. Pessoalmente ainda não fui a Cuba mas já falei com uma menina que foi. Os tratamentos baseiam-se na utilização de placenta humana (ao que parece), mas a cura também não é certa (como todos os tratamentos, aliás).
Em termos de tratamentos existem dermatologistas muito bons em Portugal mas todos encaram a doença com alguma “ligeireza”, como coisa pouco grave e admitem que não há muito a fazer.
Em termos de apresentação de soluções e ao nível da medicação temos gostado da médica em Granada (já lá fomos umas 5 vezes). Ela tem, por exemplo, uma lâmpada que não encontrei em nenhum consultório em Portugal, para identificar as manchas e tem sido a que melhor nos tem respondido. No entanto também não cura nada, como é óbvio.
Em certas pessoas a doença evolui muito depressa, noutras estaciona e até pode regredir: é uma caixinha de (agradáveis ou menos agradáveis) surpresas.
Desejo-lhe boa sorte e vai ver que tudo vai correr pelo melhor. Pelo menos a adaptação e aceitação que também é muito importante. Aconselho-a a ler alguns comentários muito positivos que têm sido deixados ao longo do blog.
Vá dando noticias e novas informações, se for o caso. Todas as experiências são importantes para nos ajudarmos mutuamente.

quinta-feira, 06 junho, 2013 Marta disse...

Muito obrigada pelo seu comentério.
Sinto-me mais tranquila. No pior dos cenários, o meu papel é ensinar a minha filha a viver com a doença com a naturalidade possível.
Em relação a Granada, pode confirmar-me se estão a ser acompanhados na Clinica Dermatologica Sanchéz-Muros? A médica é a Dra. V. Sánchez-Muros Lozano?
Muito obrigada!
Abraço,
Marta

sexta-feira, 07 junho, 2013 Jorge Louro disse...

Sim, Marta.
É essa mesmo.
Já tem alguma informação sobre ela?

sexta-feira, 07 junho, 2013 Anónimo disse...

Caros amigos:

Há ESPERANÇA!

Também tenho vitiligo e já li tudo e mais alguma coisa sobre a doença. A conclusão era sempre a mesma: não há cura e todos aqueles que a apregoam são charlatães.

No entanto, há poucos meses li um artigo num jornal britânico sobre uma mulher com vitiligo e, no final do artigo, faziam referência a uma farmacêutica que estaria a trabalhar um medicamento para quem sofre de vitiligo. A farmacêutica em questão é a Clinuvel.

Comecei logo a procurar informação e descobri que o medicamento em questão, chamado SCENESSE, já se encontrava em fase de testes e que tinha tido resultados MARAVILHOSOS. Os testes clínicos foram feitos nos hospitais com maior reputação mundial no tratamento do vitiligo. Quem souber inglês, pode ler aqui os resultados: http://www.clinuvel.com/en/blog/news/qa-scenesse-successful-in-phase-iia-vitiligo-study/

Entretanto, descobri no Youtube uma entrevista feita por um famoso jornalista negro com vitiligo (Lee Thomas) a um dos responsáveis pelo medicamento (Dr. Philippe Wolgen). A entrevista deixou-me com pele de galinha e lágrimas nos olhos. É em inglês, por isso se souberem inglês, vejam que é fenomenal.

Para quem não sabe inglês, o que o Dr. Wolgen diz, entre muitas outras coisas, é que até aqui se julgava impossível reactivar as células responsáveis pela pigmentação da pele que tinham sido destruídas pelo sistema imunológico. No entanto, o que este medicamento veio revelar na fase de testes é que, combinado com a fototerapia, as células são reactivadas e a repigmentação acontece muito rapidamente. Ele fala deste medicamento (que na realidade é um pequeno implante debaixo da pele) como um passo de gigante no tratamento do vitiligo.

Na próxima consulta com o meu dermatologista irei falar-lhe deste SCENESSE para que ele me avise assim que sair para o mercado (creio que os dermatologistas saberão com antecedência do lançamento do produto, uma vez que a farmacêutica fará com certeza uma campanha publicitária junto destes). O Dr. Wolgen refere, na entrevista disponível no Youtube, que o produto demorará talvez mais 1 ano até finalizar os testes e poder ser comercializado.

Caros amigos, não desanimem. Se este produto conseguir os mesmos resultados que na fase de testes (e quem vir a entrevista percebe que não se trata de nenhuma charlatanice, até porque o médico é muito prudente nas suas respostas a fim de não criar falsas expectativas nos ouvintes), então poderemos voltar a ter a nossa pele sem manchas brancas muito em breve.

quarta-feira, 26 junho, 2013 Jorge Louro disse...

Olá, amigos. Boas noticias!
Vamos esperar para ver mas, aparentemente, são noticias muito animadoras. Vamos tentar saber mais ...

quarta-feira, 26 junho, 2013 Anónimo disse...

Vejam aqui os resultados do fármaco durante a fase de testes. É simplesmente inacreditável:

https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=DtK1u-LX8o4#t=274s

Se quiserem ver a entrevista do início, aqui fica o link: https://www.youtube.com/watch?v=MuDkfoSrz7s

Depois é só irem selecionando as partes seguintes (são 4 partes).

Para o caso de interessar, o entrevistador, Lee Thomas, ganhou 4 Emmys. É um jornalista muito conceituado nos Estados Unidos e famoso precisamente por ser um negro que foi violentamente atacado pelo vitíligo (actualmente está quase totalmente branco).

Miguel

quarta-feira, 26 junho, 2013 João M disse...

Boa tarde,

tenho vitiligo desde pequeno 4 anos.
Aprendi a viver com a doença e até tive uma infância feliz os meus amigos nunca ligaram muito ás manchas que tinha. Mas a doença está a alastrar e hoje por coincidência a pesquisar por cura deste problema encontrei o seu blog. Muito obrigado por expor todas as suas experiências. É uma grande ajuda e com este ultimo post seu fiquei muito animado. Vou continuar a seguir o seu blog na esperança que este novo medicamento venha acabar de vez com o vitiligo.

domingo, 30 junho, 2013 aurora disse...

Após alguns anos retomei tratamentos. Neste caso o dermatologista aconselhou o vitix em comprimidos. Ainda não noto nenhum resultado. Fiquei tão esperançada...queria que fosse já...queria experimentar o tratamento, apesar do meu vitiligo ser segmentar e haver casos de hereditariedade. a sorte é que o meu tem estado estagnado... era tão bom olhar e ver a nossa pele da mesma cor! Tantos anos de algum desânimo...influenciam a nossa conduta. Parabéns Jorge pelo blog...estranhava a ausência. Que venha depressa o medicamento e a esperança se concretize para todos nós.

segunda-feira, 08 julho, 2013 Anónimo disse...

Boa noite a todos,
Tenho 38 anos de idade e desde os 31 anos que tenho vitiligo. O meu irmão tem 43 anos e vitiligo desde os 20 anos.
Tantos anos decorridos com este problema e ainda não consigo ter uma vida "normal". Ainda que não tenha grandes complexos, custa-me muito lidar com pessoas em determinadas alturas.
Confesso que a única forma de resolver o complexo que tinha e que ainda vou tendo, é a utilização de bases, corretores, que atenuam o contraste.
Porque não me conhecem, tomo a liberdade de vos dizer,em tom de desabafo, que tive uma juventude fantástica, muito sucesso com mulheres, várias namoradas e repleto de uma vida fogosa de egocentrismo e superioridade.
Actualmente percebo que a vida é uma passagem e que ninguém é mais do que ninguém, todos temos problemas. Quando apareceu o vitiligo pensava que conseguia encontrar tratamento, fui a vários dermatologistas em Portugal e Espanha, inclusive à clinica de Navarra, onde depositei a minha confiança no tratamento.
Sem qualquer exito nos tratamentos, reconheço que fui sempre muito pouco empenhado, sem tempo para pomadas e luz solar e sem horas certas para os comprimidos e talvez por isso, agora, tenho o problema aumentado, pés, mãos e cara com vitiligo.
Em tempos deixei crescer a barba, crescia e depois cortava, incrivelmente parecia que aumentava o vitiligo, até sentia pequenas picadas nos locais afectados.
Hoje não posso sair de casa sem os cremes, por mim e pelo meu bem estar psicologico uso cremes verdadeiramente disfarçadores deste problema. Tenho pessoas amigas que ficaram admiradas quando mostrei que tinha o problema do vitiligo. Ainda assim,e apesar de ter esta diferença de tonalidade incrivelmente visivel não fossem os cremes, não posso deixar de vos dizer que sou muito feliz, tenho familia, filhos e uma vida preenchida. O vitiligo é um mal menor comparado com tantas doenças conhecidas. Sou feliz, tenho saude, vejo bem, movimento-me e isso é um bem maravilhoso, que se lixe o vitiligo, eu consigo disfarçar bem este problema.
A todos os que têm esta doença, que são muitos e cada vez mais, deixo o meu voto de uma enorme capacidade de auto-estima, paciência e muita força.
Vamos todos tentar dar a volta a isto. Obrigado pelo Blog, é uma excelente forma de nos unirmos. Que venha o medicamento rápido mas se não vier...façam o favor de serem felizes.

quarta-feira, 17 julho, 2013 Jorge Louro disse...

Uma amiga do blog enviou-me por email uma carta que recebeu do tal Instituto que desenvolveu o novo tratamento, de que falei há pouco tempo. Ela escreveu para eles para saber como poderíamos aceder ao tratamento e eles responderam.
Coloco aqui o texto para o caso de estarem interessados. Poderíamos, eventualmente, pensar em organizar uma coisa em conjunto, caso houvessem vários interessados e dessa forma poderíamos conseguir preços mais acessíveis, nomeadamente ao nível de transportes e estadia. A carta vem do Institut für Pigmentationsstörungen e. V. Institute for Pigmentary Disorders:
“Thank you for your interest.
Professor Schallreuter’s treatment of vitiligo consists of a combination of pseudocatalase (PC-KUS) and narrow band UVB irradiation.
At present, pseudocatalase (PC-KUS) is not registered in any country. However, it is possible to obtain this treatment at the Institute of Pigmentary Disorders in Greifswald, Germany, under the supervision of Professor Schallreuter. She treats patients from all over the world, but for all patients it is necessary to have a first visit at the Clinic in Greifswald to be evaluated and treated, to ensure that there are no reactions to the narrow band UVB or the cream. As the pseudocatalase (PC-KUS) is not registered as medication, each patient has to sign an agreement in which it is stated that the participation in this treatment scheme is based on a free decision of the doctor and the patient. The treatment has no known side effects, providing the patient’s liver parameters are normal.
To obtain an appointment at this Clinic you will have to contact Mrs Angela Panske at his address: -
Mrs Angela Panske
Institute for Pigmentary Disorders e.V.
in Association with the Ernst-Moritz-Arndt University Greifswald
Biotechnikum, Walther-Rathenau-Str. 49a
17489 Greifswald
Germany
Tel: +49 3834 515570
Fax: +49 3834 515573
email: vitiligo@biotechnikum.de
At the first appointment at the Clinic there will be blood tests and an evaluation of the treatment to verify that there are no adverse reactions to the narrow band UVB or the cream. This will take approximately 1½ days; you will have to be in Greifswald at 11:00hrs on the first day of your visit. There will be another examination and diagnostic test on the second day which lasts for 4 hours, the visit will be finished by 13:00hrs at the latest.
The costs involved with the clinic are as follows:
Consultation fee 350 Euro
Blood test 160 Euro
Pseudocatalase cream 500 gr. (PC-KUS) 95 Euro
The nearest accommodation we recommend is the Europa Hotel Greifswald (less than 5 min to walk to the institute), enquiries for the hotel directly at: Telefon: +49 (0) 3834-801-0, Telefax: +49 (0) 3834-801-100
Berlin and Hamburg are the nearest airports to the clinic. Hamburg airport is approximately 4 hours away from the clinic by train and Berlin is approximately 3 hours away by train. Detailed instructions on how to reach Greifswald are available if required.
Please note, should you decide upon an appointment at the clinic, you will have to pay for your consultation fee, blood tests and 500 g of pseudocatalase cream before you leave, so please make sure that you have some local currency, as credit cards cannot be accepted. A cancellation fee will be charged for appointments cancelled at short notice.
In addition, could you please arrange with your General Practitioner to do the following tests prior to you attending the clinic:
1. Differential blood count
2. Liver values (ALAT, ASAT, gamma GT)
3. Thyroid parameters
4. Folic Acid
5. Vitamin B12 and B6
6. Blood tests for: lipids/cholesterol/triglycerides

If you have further questions, please do not hesitate to contact us at any time.
Please, use fax or email whenever possible and the numbers given above for all further correspondence!
There is also a web site with details on Pseudocatalase (PC-KUS) treatment of Vitiligo and our Research in this field at:
www.vitiligo.eu.com
23 July 2013”

terça-feira, 23 julho, 2013 aurora disse...

Eu estou muito interessada! Pena que não possa ser em Portugal.

terça-feira, 06 agosto, 2013 Anónimo disse...

Boa tarde. Obrigado.. e parabéns pelo blog. Pode indicar-me 2 ou 3 dermatologistas de referência em Portugal / Lisboa onde posso ir consultar sobre esta doença?

Apareceram-me manchas muito recentemente. O ano passado era uma mancha pequena (de meio cm) na cara que desapareceu em algumas semanas com uma pomada de corticoides. Este ano estão a aparecer-me mais manchas.

obrigado.
Luis Correia

segunda-feira, 19 agosto, 2013 Anónimo disse...

Olá a todos, aqui vai o desabafo de quem está a tentar aceitar esta doença, nunca me lembro de olhar no espelho e ver o meu corpo limpo, desde muito pequena que me apareceu psoriase e com ela tive que viver, acreditem que nem sempre foi fácil porque o auge desta doença foi na adolescência. Depois de ter a minha filha aos 27 anos, começou a diminuir e ficou limitado aos cotovelos e joelhos mas muito subtil, agora com 40 e a pensar finalmente sem manchas surge o Vitiligo. No inicio quando reparei nem eram muito grandes, depois de férias e regressada das férias, meu Deus... não quero desesperar, acho que estou a ficar obsecada porque todos os dias faço pesquisa á procura de algo novo... só peço coragem
Obrigada por me deixarem desabafar

terça-feira, 20 agosto, 2013 aurora disse...

Bom dia, Jorge Louro!
Da pesquisa que efectuei este novo tratamento não tem dado resultado nas mãos e nos pés. Chegou à mesma conclusão?!
Já me lembrei de procurar uma solução deste género:
http://basmahameed.com/paramedical/
Abraço

sexta-feira, 23 agosto, 2013 Carla Faneco disse...

Olá a todos,
Achei muito interessante ler todos os comentários.
Sou mãe de um menino que desde os oito anos tem vitiligo e que agora tem 13 anos. Nunca o perturbou muito o mancha que tem sobre o olho, claro que agora com 13 anos a imagem é mais importante e por isso já o vi algumas vezes a usar a minha base para disfarçar a sua manchinha. A mancha do meu filho não tem sempre a mesma área nem os mesmos contornos, sempre achei que o processo podia reverter, e ainda acredito. Penso que todos os que têm Vitiligo vivem alguma "guerra" interna, de alguma forma há algo neles que eles queriam ver alterado, talvez quando aceitarem ser as pessoas maravilhosas que certamente são, talvez nessa altura todo o processo regrida.

Um abraço muito grande para todos cheio de amor e votos de que vivam bem com a vida que têm.

sábado, 31 agosto, 2013 Liliana disse...

Tenho 20 anos e tenho Vitiligo desde os meus 9 anos. Inicialmente começou por me aparecer uma mancha pequena no canto do olho e até aos meus 13 anos que foi aumentando de forma a ficar todo a volta do olho completamente branco. sofri de bullyng na escola por causa disso porque além de ter apenas um olho com vitiligo tenho um tom de pele morena o que sobressaia mais a mancha. fui-me tentando habituar a ela até ao fim do mês de Agosto deste ano que me apareceu uma mancha enorme no braço e nas costas. Recorri à minha médica de familia que me disse logo que não havia cura mas que não era para me preocupar que pele morena já não estava na moda. A minha vontade foi de espancar logo a médica porque ela não tem noção do quanto nós sofremos psicologicamente com isto. Hoje fui a um dermatologista e ele diz-me que isto é um virus e receitou-me a pomada "pevaryl". Desde pequena que já fui a imensos dermatologistas e sempre me disseram que não havia cura para isto e limitavam-se a receitar-me protetores solares para isto até hoje que fui a este médico e me receitou isto para o braço e para as costas não me tendo falado do olho que esse sim é o meu maior problema de momento. estive 2 verões em casa porque apesar de adorar o verão e o sol, se eu saísse iria ficar ainda mais morena e a mancha do olho iria sobressair ainda mais o que não é de todo o que eu desejo

terça-feira, 17 setembro, 2013 Anónimo disse...

Tenho uma filha com 17 anos e surgiu este ano por volta de Abril manchas a qual foi diagnosticado Vitiligo, indo ao dermatologista foi receitado Protopic e um produto novo no mercado, e por ele, leva-me a escrever no blog.
O produto em causa é do laboratório Sesderma e tem como nome Vitises Kt Spray, posso dizer que começou a usar no final de Julho e as manchas que tinha na cara desapareceram e as outras ganharam pigmento,umas manchas pequenas tipo sinais, e penso que no meu ver poderia estar melhor caso tivesse feito mais sol, o tratamento consiste em colocar o spray e estar uns minutos ao sol entre as 10h e as 12h.
Vim dar o meu contributo por nunca ter visto referido este produto no blog e posso dizer que nas farmácias pouco ou case nenhumas o conhece, descobri a venda na net em Espanha, mas acabei por contactar o laboratório em Portugal e acabei por comprar directamente a eles.
Este produto é para ser utilizado no verão e já tenho o de inverno vou ver se é tão bom como este mas penso que o resultado não é igual visto o sol ser um factor importante.
Espero ter ajudado muito de vos com este depoimento.

terça-feira, 17 setembro, 2013 Anónimo disse...

- Esse spray/gel/comprimidos vitise mais alguém já experimentou com resultados? É bastante caro...

-Desaconselho o tratamento de cuba, melagenina plus, é caro e sabe-se lá as consequências a longo prazo de usar uma loção à base de placenta humana, além do mais muita gente não tem qualquer melhoria, não vale o risco e o custo.
-Cuidado também com o protopic/elidel, são imunomodeladores, este creme não deve ser usado em pessoas em que a supressão do sistema imunitário possa trazer problemas (atenção que por vezes temos problemas que nem conhecemos (Exemplo: cancro), o protopic/elidel pode debilitar o sistema imunitário e agravar uma neoplasia o que é bem pior que ter vitiligo).
Cuidado também com corticóides, não devem ser usados durante muito tempo sem ter em conta os efeitos secundários.

- O heliocare plus ultra d comprimidos + 30 min sol é relativamente inócuo, resulta com algumas pessoas, mas pelo menos comigo se deixo de fazer o tratamento volta tudo ao mesmo, que me parece o problema de uma grande parte dos tratamentos...mesmo os mais inócuos

sexta-feira, 20 setembro, 2013 Anónimo disse...

Olá a todos,

Começei ontem a fazer um tratamento de fototerapia, não sei se vai resultar, pelo mesnos não vou anciosa, já só queria que não progredisse mais que o que está.
Já alguém fez este tratamento que possa dar o seu testemunho?
Obrigada

quarta-feira, 25 setembro, 2013 aurora disse...

Boa noite!
Este produto resulta sem sol: Vitises Kt Spray? Como podemos adquirir o produto?!
O protopic não resultou comigo, nem nenhum dos referidos no blog. Só vi resultados com um medicamento retirado do mercado há muito tempo, trisoralen

quarta-feira, 25 setembro, 2013 aurora disse...

Boa noite!
Este produto resulta sem sol: Vitises Kt Spray? Como podemos adquirir o produto?!
O protopic não resultou comigo, nem nenhum dos referidos no blog. Só vi resultados com um medicamento retirado do mercado há muito tempo, trisoralen

quarta-feira, 25 setembro, 2013 Anónimo disse...

gostava de saber os resultados com fototerapia

sábado, 28 setembro, 2013 Anónimo disse...

O cogumelo Genoderma lucidum/Ling Zhi/Reishi 100% biológico é excelente para o vitiligo e outras doenças podem consultar informações aqui https://www.facebook.com/Ganodermacogumelo?ref=hl para saber como pode comprar envie email para joaodalmeida1977@gmailcom

sábado, 26 outubro, 2013 Anónimo disse...

Boa noite a todos.
Estou a ser tratado por um medico em Lisboa, os resultados estão a ser animadores...
Quem quiser estabelecer contacto comigo aqui têm o meu email ricardoafsantos@hotmail.com
È sempre bem vindo o contacto de alguem com o mesmo problema que eu.
Cumprimentos a todos e peço-vos, NÃO DEIXEM DE VIR AO BLOGUE E APOIEM-SE UNS AOS OUTROS

terça-feira, 29 outubro, 2013 Anónimo disse...

Boa noite a todos,
Para além dos tratamentos, alguém tem indicação de evitar alimentos com glúten ?
Obrigado

domingo, 03 novembro, 2013 susana disse...

Bom dia,
estou a lutar com este problema que infelizmente atinge muitas pessoas. Estou muito interessada em saber mais sobre o tratamento da pseudocatalase, nomeadamente se as pessoas se querem juntar e ir um grupo grande por ex. Também gostaria de saber mais sobre a eficácia do Heliocare e do spray vitises, nomeadamente preços.
Gostava de saber também qual é o medico em Lisboa e o tratamento que, segundo o que diz neste blogue está a ter resultados.
Peço informações urgentes pois estou muito aflita.
Agradeço toda as informações que me possam ser facultadas pois quero estabilizar a situação ou se possível inverter a mesma.
Muito obrigado

quarta-feira, 06 novembro, 2013 Anónimo disse...

Olá a todos! Também tenho vitiligo à 20 anos e estou constantemente à procura de soluções para inverter as manchas, por isso o meu muito obrigado pela iniciativa de expor aqui este assunto :) Já fiz tratamentos brasileiros (viticromin) que realmente resultaram, mas são muito caros e não me é possível continua-los neste momento. Pergunto-vos se conhecem alguma clínica que faça sessões de fototerapia na região de Santarém (Torres Novas). Muito obrigado a todos.

Clara

quarta-feira, 06 novembro, 2013 Jorge Bártolo disse...

Experimentem um produto com imunomodelador natural... Conhecem?

segunda-feira, 09 dezembro, 2013 Basilina disse...

Não Conheço, Jorge! Qual é?!

terça-feira, 10 dezembro, 2013 Sandro Almeida disse...

boa noite bem li alguns comentários aqui sobre esta doença vitiligo,bem a mim apareceu quando tinha 13 anos,eu nessa altura tive um acidente em que fiquei com a cara cheia de feridas e resultado dessas feridas e depois das crostas cairem e eu a pensar que ia ficar bem da pele,enganei-me porque certo dia fui para a praia com o meu pai e uns amigos dele resultado nao meti protetor solar e adormeci ao sol,fui para casa no outro dia ao acordar reparei que no local das feridas estavam um bocado vermelhas e tambem nas feridas que tinha nas canelas estavam vermelhas como era normal nao liguei mas avisei a minha mae sobre essa cor vermelhada nas feridas,eu pensei que passava podia ser so do dia da praia,engano meu,resultado começaram a alastrar por algumas partes do corpo,mas precisamente nas canelas,cara e maos,passado um tempo consultei um médico e o médico reparou que a minha mae tambem tinha mas nao desenvolveu como a mim porque segundo ele tive exposto ao sol muito tempo,tenho mais 3 irmaos e nenhum deles tem vitiligo,agora nos primeiros 2/3 jvovdxfe. ugg mens tøfleranos foi dificil porque havia pessoas(negros) que gozavam,mas eu nao ligava... na altura que fui ao medico ele disse havia medicamentos mas só no brasil e custavam um balurdio na altura(150$ contos)isto a 18 anos atras e na altura era impossivel para a minha mae mandar vir os medicamentos,agora depois desses 2/3 anos deixei de ligar as "bocas" so tinha que ter cuidado com o sol porque estar muito tempo a exposição ao sol ficava com as manchas mt vermelhas,logo eu que gosto de praia,de jogar a bola na rua,de fazer exercicio na rua,tinha um creme que ponha mas nao fazia nada,ate que deixei de meter o tal creme,a minha bem me dava na cabeça para meter o creme mas ja nao ligava porque a doença ja fazia parte do meu dia-a-dia,agora com 31 anos o que posso dizer as pessoas que só conheceram esta doença,meter sempre protetor solar 50 cada vez que sair de casa nem que seja por 5 minutos na rua porque os raios ultravioleta nao nos deixam em paz,existem umas camisolas anti-ultravioletas na decathlon muito boas para a praia.obrigado pelos comentarios e tenham cuidado com o sol.

sábado, 04 janeiro, 2014 Sandro Almeida disse...

boa noite bem li alguns comentários aqui sobre esta doença vitiligo,bem a mim apareceu quando tinha 13 anos,eu nessa altura tive um acidente em que fiquei com a cara cheia de feridas e resultado dessas feridas e depois das crostas cairem e eu a pensar que ia ficar bem da pele,enganei-me porque certo dia fui para a praia com o meu pai e uns amigos dele resultado nao meti protetor solar e adormeci ao sol,fui para casa no outro dia ao acordar reparei que no local das feridas estavam um bocado vermelhas e tambem nas feridas que tinha nas canelas estavam vermelhas como era normal nao liguei mas avisei a minha mae sobre essa cor vermelhada nas feridas,eu pensei que passava podia ser so do dia da praia,engano meu,resultado começaram a alastrar por algumas partes do corpo,mas precisamente nas canelas,cara e maos,passado um tempo consultei um médico e o médico reparou que a minha mae tambem tinha mas nao desenvolveu como a mim porque segundo ele tive exposto ao sol muito tempo,tenho mais 3 irmaos e nenhum deles tem vitiligo,agora nos primeiros 2/3 anos foi dificil porque havia pessoas(negros) que gozavam,mas eu nao ligava... na altura que fui ao medico ele disse havia medicamentos mas só no brasil e custavam um balurdio na altura(150$ contos)isto a 18 anos atras e na altura era impossivel para a minha mae mandar vir os medicamentos,agora depois desses 2/3 anos deixei de ligar as "bocas" so tinha que ter cuidado com o sol porque estar muito tempo a exposição ao sol ficava com as manchas mt vermelhas,logo eu que gosto de praia,de jogar a bola na rua,de fazer exercicio na rua,tinha um creme que ponha mas nao fazia nada,ate que deixei de meter o tal creme,a minha bem me dava na cabeça para meter o creme mas ja nao ligava porque a doença ja fazia parte do meu dia-a-dia,agora com 31 anos o que posso dizer as pessoas que só conheceram esta doença,meter sempre protetor solar 50 cada vez que sair de casa nem que seja por 5 minutos na rua porque os raios ultravioleta nao nos deixam em paz,existem umas camisolas anti-ultravioletas na decathlon muito boas para a praia.obrigado pelos comentarios e tenham cuidado com o sol.

sábado, 04 janeiro, 2014 odilia disse...

Ola, tb tenho vitiligo fiz o tratamento de Cuba durante 2 anos e nada de resultados. Temos uma pagina fb VITILIGO em PORTUGAL, com muitos membros e muita troca de experiencias. No momento, estamos a ter resultados excelentes com VITIFLORA, eu propria ja não tenho manchas no rosto, sumiram no espaço de 6 meses. Não é "ublicidade enganosa", nao ganho nada com isto, apenas passo a minha experiencia. Apareçam por lá.

domingo, 12 janeiro, 2014 Anónimo disse...

Boas parabens pelo blog. Eu ainda n sei se sofro de vitiligo. Começaram a aparecer uma manchas de despigmentaçao nos meus testículos e tudo e agora estao a aparecer na anca, dedos, e una no meu olho mas dao muita comicha e estao a aparecer cabelos brancos e eu so tenho 21 anos estou a dar em doido com isto n sei como eide de fazer porque estou em frança a pouco tempo e n tenho direito a médico so vou poder ir em Agosto alguem me pode dizer se teve os messmos sintomas?

sábado, 08 fevereiro, 2014 aurora disse...

http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/02/pesquisadores-conseguem-reverter-mancha-de-vitiligo-em-camundongos.html

domingo, 16 fevereiro, 2014 Basilina disse... Este comentário foi removido pelo autor. domingo, 16 fevereiro, 2014 Marcio Antonio Jevoux Faria disse...

Prezados Amigos, tive vitiligo há 30 anos atras.Me submeti a varios tratamentos (viticromin - trisoralen etc).Alcancei alguns resultados positivos com esses medicamentos.Entretanto foi quando deixei de dar grande importancia a esta doença que as manchas, em sua grande parte no rosto, foram sumindo, ate dessaparecerem.Recentemente sofri grande estresse com o falecimento de meu irmão, e as manchas voltaram de forma agressiva, no rosto.A minha atitude tem sido a mesma,que a 30 anos atras, estou relaxando.
Mas sei que todos procuram uma cura,uma solução e, claro eu tambem.Pelo muito que estudei por minha conta,ao longo de muitos anos, descobri uma planta da floresta amazonica que muitos amigos fizeram uso e chama-se SACACA que deve ser tomada como agua, e assim as manchas desaparecem.
Trata-se de uma planta que pode e deve ser adquirida sem custo.Vale a pena tentar.Abraços e boa sorte a todos.

segunda-feira, 17 fevereiro, 2014 Ricardo Santos disse...

Ola pessoal, continuo a dizer que este problema pode não ter cura definitiva mas tem tratamento.
Nunca parei de fazer tratamento e estou a ver resultados, posso dizer que só na ponta dos dedos (junto das unhas) é que não vejo resultados.
Já alguém aki no blog falou de VITISES KT SPRAY!É precisamente este novo produto que estou a utilizar e pouco e pouco está a surtir efeito, consegui pigmentar os dedos das mão (nós dos dedos) que geralmente é um zona dificil...
Penso que quem tiver vitiligo na face, consegue pigmentar sem dificuldade.
AGORA ANIMEM! este produto saiu pro mercado em Julho de 2013, quem diz que num futuro próximo não aparece um ainda melhor?
Força malta!
Ricardo

terça-feira, 11 março, 2014 Margarida Silva disse...

Olá a todos,

Tenho vitiligo há cerca de 3 anos e quando descobri um novo tratamento na alemanha decidi marcar uma consulta.
Voltei ontem da alemanha e vou agora seguir a prescrição feita pela Profª Karin Schallreuter. O consultorio faz parte da Universidade de Greifswald e fica a cerca de 300 km de Berlim. A consulta durou 2 dias e nesses dois dias a Profª explicou que não havia cura para a doença e que o creme que eles tinham desenvolvido tem uma substância - a pseudocatalase - que ajuda a repigmentar. Esta repigmentação tem mais sucesso se for combinada com raios UV. Foi-nos feita uma analise ao sangue para determinar a nossa capacidade de absorção da fenilalanina. A boa noticia é que quem tem vitiligo tem poucas probabilidades de desenvolver cancro de pele e tem uma idade biológica da pele inferior à idade real! A prescrição indica que tenho que aplicar o creme de pseudocatalase 2xs ao dia - de amanha e à noite - e expor a pele à luz do sol. A consulta não é barata e ainda não sei quais serão os resultados,no entanto a Prof indicou que tem tido 90% de sucesso na repigmentação da pele da cara e que o mais dificil de repigmentar são as mãos e os pés.
Para além disto, a Profª promove todos os anos uma viagem ao Mar Morto aconselhavel a quem tem a doença já muito dessimina da pelo corpo - o que não é o meu caso. De todos outros pacientes da Profª - éramos cerca de 6 - 4 vão ao mar morto ainda este ano fazer o tratamento e estavam muito esperançosos com isso.
Gostei muito da experiência e estou confiante quanto ao resultado, no entanto queria apenas partilhar que independentemente do que seja o resultado, tenho encarado esta doença mais como factor que faz de mim alguém diferente e especial do que como uma doença em si.

sexta-feira, 14 março, 2014 Jorge Louro disse...

Olá, Margarida.
Antes de mais, para além da Margarida, quero agradecer a todos pela participação entusiasmada.
Em relação ao tratamento da Alemanha será o primeiro testemunho no Blog desse tratamento, do qual já tinha ouvido falar. Penso que poderá ser útil e uma excelente opção, apesar de, sabemos, ser possível haver resultados num paciente e não existir noutro. Agradeço, se lhe for possível, que nos diga qual o preço da consulta e do tratamento. Agradeço ainda que vá reportando os resultados. Muito obrigado.

sexta-feira, 14 março, 2014 Anónimo disse...

sou portadora de vilitigo a 7 anos,
já estive em vários dermatologistas já usei varios cremes, comprimidos e nada de resultado positivo, e as manchas já estão nas mãos,braços pescoço e finalmente estão no rosto, é muito triste vc se alhar no espelho e ve que a sua pele não é mais a mesma, estou usando atualmente passado pelo dermatologista o trissoralem, tarfic 0,1% e um gel adinos, faz poucos dias,preciso de ajuda, meus parabens pelo blog, muito nos ensentiva a ter coragem para superar os nossos problemas

terça-feira, 08 abril, 2014 Lucho disse...

Olá a todos,

Chamo-me Vitor, tenho 35 anos e actualmente tenho vitiligo. Tenho o olho esquerdo e os cantos da boca afectados pela despigmentação. Nunca tinha tido isto (sei que pode aparecer em qualquer altura), mas eu remeto o aparecimento do meu vitiligo para uma situação de grande pressão emocional e psicológica que tive em 2007. Foi a partir daí que o vitiligo me apareceu. Já utilizei alguns cremes (Protopic, Vitilix,...) mas nada. Também nunca me preocupei muito porque nunca dei muita importancia a isto...eram só umas manchinhas na face. O pior é que estão a aumentar, devagar, mas a aumentar. Então pesquisei na net e achei este blog. Um bem haja a todos vós. A entrevista do Mr.Lee Thomas é realmente fantástica e o Dr.Wolgen deixa realmente uma luz de esperança para todos nós. Entretanto vou tentar experimentar o VITISES KT SPRAY a ver se resulta. Quem já experimentou, o dermatologista é que vos prescreveu o VITISES ou compraram por iniciativa vossa?

Cumprimentos a todos.

terça-feira, 06 maio, 2014 Paulo disse...

Olá, sou Paulo
O vitíligo faz parte da minha vida desde os 28/29, ou seja, à coisa de 2 anos e pico. Tem-se manifestado de forma inconstante, quer aumenta quer diminuiu. As zonas afectadas são virilhas, axilas, na cara em torno dos lábios e no queixo, e uns pontos nas mãos e uma mancha nas costas.
Já fui a um dermatologista e ele prescreveu-me uma injecção que ainda vacilo entro tomar ou não, pois é de cortisona, à qual me garantiu que ia parar a evolução do problema. O que acham?
Deu-me também uma pomada para colocar de manhã e outra à noite, Physiogel e Ubizol, respectivamente. Se resulta?
Bem, enquanto apliquei na face e na mão, coincidência ou não, retirou as manchas.
Neste momento voltei a aplicar, e espero que tenha o mesmo efeito.

Mais alguém aplicou esta pomada?

Obrigado

sexta-feira, 09 maio, 2014 Antonio Carvalho disse...

Boa Tarde!! Chamo-me Guto e trato na Clínica Cariz em Campinas (19)33224114 com a Dra Claudia Marçal referencia mundial em vitiligo! Estou fazendo a técnica de antioxidantes e outras técnicas em sua Clínica e é fantástico o resultado!! Tentem!! Antônio Augusto de Carvalho- email gutorpm@gmail.com !

sexta-feira, 09 maio, 2014 Emília Ferreira disse...

Boa tarde,

Tenho vitiligo à vários anos e já experimentei todo o tipo de cremes mas sem grandes resultados... neste momento estou a aguardar por fototerapia num hospital público mas já à quase 2 anos ... enfim...
Podem pf dizer-me se este novo produto o Vitises Kt Spray é de venda livre em Portugal ou se é necessário ter receita médica? Qual o valor?
Vi também numa revista publicidade a uma clínica em Gaia (sou do Porto) que faz dermopigmentação. Já algum experimentou?

Obrigada

Emília

domingo, 18 maio, 2014 Mário Alves disse...

Meus caros,

Eu também sofro do mesmo problema e sei perfeitamente o que custa ouvir certos comentários infelizes. Eu felizmente, recuperei bastante graças a um médico, Dr. Luiz Leite. Eu tinha a cara muito afetada. Comecei o tratamento em 2012, e hoje em dia, não tenho nada na cara (pelo menos que se note). É um tratamento continuo, e gasto sensivelmente uma média de 80 euros mensais em medicamentos, mas vale bem apena.

Para quem ainda não teve resultados positivos aconselho sinceramente que marquem consulta com este dermatologista.

Dados:
Clínica Laser de Belém
Contacto: 213600350
Médico: Dr. Luíz Leite


Os meus parabéns ao criador deste blog. Trata-se de uma iniciativa excelente. Um dia caso pretenda divulgar esta informação com domínio e site dedicado, contacte-me

Boa sorte a todos

Cumprimentos,

Mário Alves

quarta-feira, 28 maio, 2014 Anónimo disse...

Boa tarde.
Muitos parabéns pelo blog.
O meu pai tem Vitíligo a cerca de 5 anos, nunca fez nenhum tratamento, pois as informações de todos os médicos que consultou foi que seria uma doença sem cura. Como nunca teve complexos com esta situação acabou por aceitar a doença.
Eu tenho 29 anos e a cerca de 2 meses começou-me aparecer pequenas manchas brancas nas mãos, como não sabia do que se tratava e poderia ser o mesmo do meu pai, procurei ajuda e o resultado foi o mesmo Vitíligo, uma doença sem cura.
Tenho andado muito em baixo pois as pequenas manchas estão a tornar-se grades, neste momento todas as pontas dos meus dedos das mãos estão brancas, a minha cara já tem diversas manchas também.
Sinto-me perdida, sem saber o que fazer.
Será que alguém me pode ajudar, indicando-me algum medicamento/creme que me ajude?
Obrigada

terça-feira, 17 junho, 2014 Cristina disse...

Boa tarde a todos, sou Cristina e tenho vitiligo há mais ou menos 6 anos, não é muito, o pior está nas mãos. Também já escrevi para a clínica na Alemanha, responderam rápido, e atenciosos. Gostava que a Senhora que lá foi desse noticias, passados estes meses pode haver ja alguma coisa para partilhar.Depois de ler o blog tentei comprar VITISES SPRAY há na parafarmácia do El Corte inglês. Ou o laboratório envia e é mais barato,encomendando pela net. Vão dando noticias para este excelente blog assim aprendemos todos.

quinta-feira, 03 julho, 2014 Rita Cardoso disse...

Boa tarde a todos

o meu nome é Rita, tenho 39 anos e vitiligo desde os 18 anos. Quando me disseram que tinha vitiligo apanhei um choque tremendo pois ainda por cima foi naquela idade chata em que de repente, por nada ficamos a achar que somos horrorosas, que nunca ninguem vai gostar de nós e imaginamos sempre o pior. Foi dificil de aceitar, além de ter tido um 1º médico dermatologista estupido que me pintou o pior cenário possivel. Nem imaginam. Há pessoas que não são talhadas para ser médicos. Nesse ano tive o pior verão de sempre da minha vida, graças a esse médico. Felizmente, no ano seguinte, a minha mãe levou-me a outro medico que já foi muito mais simpatico comigo. Disse que o vitiligo realmente tanto podia aparecer em mais sitios como simplesmente ficar-se onde está. naquela altura os unicos tratamentos que tinhamos conhecimento eram em Cuba e estava fora de questao ir lá. A minha primeira mancha de vitiligo foi no queixo. O vitiligo pode evoluir em situaçoes de stress, choques ou traumas. Nunca sabemos bem... Há 10 anos atrás falaram-me de um tratamento com PUVA. Meio reticente, acabei por ir fazer esses tratamentos numa clinica de dermatologia em Lisboa. São tratamentos feitos tipo num solário mas com o tempo controlado por um dermatologista e depois de tomar uns comprimidos nesse dia para desproteger completamente a pele. Nos dias dos tratamentos tinha de andar de óculos escuros mesmo no trabalho. nesta altura as minhas manchas tinham avançado para os cantos da boca, para as virilhas (as maiores), para o peito e axila. Os tratamentos eram feitos 1 x por semana. Não eram baratos mas como tinha seguro consegui po-los no seguro (chamei-os de tratamentos de verrugas para que pudessem ser comparticipados). Fiz tratamento durante cerca de 1 ano e posso dizer que não me arrependi. A mancha do queixo voltou a repigmentar, embora num tom de pele mais rosado, as manchas das virilhas reduziriam para menos de metade. Entretanto por razoes financeiras e de tempo desisti dos tratamentos mas recomendo-o a toda a gente. Hoje, com 39 anos, tenho as minhas manchinhas no canto da boca, no peito e nas axilas e nos dedos das maos. Uma coisa que nunca deixei de fazer foi de apanhar sol. Coloco protector obviamente, elevado na cara (50) e 30 no corpo e toca de apanhar sol para continuar a estimular a pele. Aliás, esta foi das recomendações MAIS importantes que me deram. NUNCA em tempo algum devemos evitar o sol. Sempre com proteçao pk corremos o risco de queimadura na parte branca mas insistam no sol. Posso dizer que nas mãos por exemplo que é uma parte exposta, so coloco protector mesmo qd vou para a praia e consigo que as manchas se bronzeem com segurança, evitando assim um choque grande entre tons de pele. No inverno como sou branuinha nem notam que tenho vitiligo. Na cara é onde tenho a maior preocupação. Sou completamente dã base da dermablend da Vichy, a unica que realmente consegue disfarçar as manchas que tenho e consigo dar exatamente o meu tom de pele. É espectacular. Tem protector solar e vou inclusivamente com ela para a praia pois é a prova de água e transpiração. De vez em qd tenho de retocar claro mas vale imensamente a pena e o melhor de tudo é que não é cara... custa cerca de 17 euros. Uso em fluido e agora comprei o stick para as partes mais brancas. Uma coisa vos digo... sejam felizes mesmo com vitiligo.

Rita

terça-feira, 08 julho, 2014 Rita Cardoso disse...

Outra coisa...O Vitiligo nunca me impediu de fazer nada, nem de casar, nem de ter filhos, nem de amar nem ser amada. Os complexos estão na nossa cabeça (que é lixada). Quanto ao autor do blog, pai de uma filha com vitilo tenho duas coisas a dizer. em 1º lugar parabéns pelo blog, em 2º lugar nunca, jamais faça do vitiligo um problema para a sua filha. Ela é com certeza uma criança normal e feliz e só tem de viver feliz com o que tem. se houver um tratamento simples que ela possa fazer, para experimentar força. mas se nao houver ou se fizer e nao der resultado, sorriam na mesma e nunca, mas nunca a deixe sentir-se diferente por causa disto. As vezes ha pessoas que conseguem ser estipidas e chatas mas se a nossa atitude for... e daí? não ligarmos... essas pessoas deixam de nos chatear. Como dizia o dermatologista que me fez os PUVA... de todas as doenças que existem para aí inclusivamente de pele, esta é a melhor de todas pois é meramente estética. Pode parecer frio e insensivel dizer isto mas é a mais pura verdade. Sejam felizes... saibam mais sobre mim aqui http://ospequenosnadas.blogspot.pt

Beijinhos

Rita

terça-feira, 08 julho, 2014 João Costa disse...

Olá Boa tarde.

Tenho 32 anos, e vitílogo há um ano, talvez mais, mas só reparei mesmo a sério nas manchas agora no verão.

Tenho metade do meu nó do dedo indicador esquerdo despigmentado, meio polegar esquerdo, algumas manchas noutros dedos e 3 manchas de cerca de 1,5cm na zona genital.

Comecei um tratamento com:

Protopic 1 vez de manhã, nas mãos

Diproprionato de Betametasona (0,05%) à noite nas mãos.

Diproprionato de betametasona 2 x por dia,na area genital pois usei protopic durante 2 meses e não teve efeito que pudese notar.

Estou a tomar também suplementos vitaminicos Centrum,
por causa do acido fólico e vitamina b12. Li que ajudam no processo de pigmentação.

O protopic e corticoides apenas impedem a doença de se alastrar pois desactivam o sistema autoimune de atacar os melanócitos (celulas de pigmento).

Para repigmentar é preciso sol (natural) ou tratamentos de fototerapia.

Adquiri o vitises KT por iniciativa própria e quero deixar aqui algumas informações úteis para quem estiver à procura do produto.

Pode ser encomentado em qualquer parafarmácia, ou comprado a partir do site dermoventas.com.

Podem também encomendar directamente à Sesderma. O telefone está no fundo da página.

Quando liguei, eles disseram-me que o produto vinha na mesma de espanha, por isso não sei se não é melhor encomendar logo na dermoventas.

Pessoalmente foi-me mais barato comprar na parafarmacia pois os custos de envio acabam por encarecer o produto comprado no site.


As farmácias normais têm o iventario muito desactualizado em termos de preço e produtos por isso esqueçam.

Se forem à pagina do facebook da Serderma Portugal, têm lá algumas farmacias (normais)que trabalham com eles.

Quem for ao site da dermoventas e ao site da Sesderma tenha em conta que as fotos das embalagens de alguns produtos estão desactualizadas.

Os novos produtos da gama Vitises têm uma embalagem branca e Azul e têm escrito Lipoceutical nelas.

o Vitises KT antigo, e que foi descontinuado tem como princicpios activos a Quelina (Kellin) + Fenilalanina.

o Vitises KT que encomendei na parafarmácia ao pé de mim é o Vitises KT Mist que tem Quelina(Kellin)+ Tirosina.

Ambos funcionam bem segundo dizem.
mas o Vitises KT Mist é a fórmula mais recente.

Confirmei que o KT Mist é o mais recente no site da Lipoceutical, que é o laboratório que produz a gama Vitises.

Comprei este mês e estou a usar há pouco tempo.

Também comprei o Vitises Nanogel como complemento. pode ser usado ao mesmo tempo que o protopic e corticoides pois tem apenas ingredientes naturais.

Têm lá tambem mais produtos como suplementos vitaminicos (vitises capsulas) e o Fenalderm que basicamente são cápsulas de l-fenilalanina, mas são muito muito caras vêm muito poucas para a dosagem diária que estipulam.

Aviei uma receita numa farmacia de Manipulado de Quelina a 2% que a minha médica receitou.

Vou alternar entre o Vitises KT e a Quelina manipulada.

Todos os dias exponho durante 15 a 30 minutos as maos ao sol, fora das piores horas.

ugg venda sexta feira preta

uggs uiscedhíonach
botas ugg kensington
UGG Ashdale
ugg billig
leanbh uk

Coordenadoria Setorial de Feiras de Arte