Camper | 445-18811W-48 | Loja Online PROF chinelo ugg

Chinelo Camper

REF: 445-18811W

65,00€ 52,00€

Cor: Tecido 48 Cinzento fdzvqgbh. ugg boots lynnea

Tecido 08 Cinzento Tecido 48 Cinzento Tecido 02 Azul

Selecionar tamanho

40 41 43
adicionar ao carrinho Adicionar
chinelo ugg

ugg boot myynti
ugg sparkle bottes
uggs pas cher en ligne

Footwear

  • 003 003

    $150.00

  • COMMUTER MID L COMMUTER MID L

    $90.00

  • COMMUTER L COMMUTER L

    $90.00

  • CREW CREW

    $80.00

  • CREW CREW

    $80.00

  • ROAMER ROAMER

    $70.00

  • TRANSIT VULC TRANSIT VULC

    $70.00

  • THE TRESTLES THE TRESTLES

    $60.00

  • THE TRESTLES THE TRESTLES

    $60.00

  • THE GAME BY GABRIEL MEDINA THE GAME BY GABRIEL MEDINA

    $50.00

  • THE GAME BY GABRIEL MEDINA THE GAME BY GABRIEL MEDINA

    $50.00

  • THE GAME BY GABRIEL MEDINA THE GAME BY GABRIEL MEDINA

    $50.00

  • THE GAME BY GABRIEL MEDINA THE GAME BY GABRIEL MEDINA

    $50.00

  • P-LOW SLIDE P-LOW SLIDE

    $40.00

  • P-LOW SLIDE P-LOW SLIDE

    $40.00

  • ULTIMATE LEATHER ULTIMATE LEATHER

    $70.00

  • ULTIMATE LEATHER ULTIMATE LEATHER

    $70.00

  • P-LOW P-LOW

    $36.00

  • P-LOW P-LOW

    $36.00

  • P-LOW P-LOW

    $36.00

  • THE GROOVE THE GROOVE

    $30.00

  • THE GROOVE THE GROOVE

    $30.00

  • THE GROOVE THE GROOVE

    $30.00

  • MAVS MAVS

    $28.00

  • MAVS MAVS

    $28.00

  • MAVS MAVS

    $28.00

  • SMOKEY 2 SMOKEY 2

    $40.00

  • SMOKEY 2 SMOKEY 2

    $40.00

  • OFF SET OFF SET

    $38.00

  • THE ONE THE ONE

    $36.00

  • THE TEN BY GM THE TEN BY GM

    $34.00

  • MC MC

    $18.00

  • MC MC

    $18.00

  • BUNGALOW BUNGALOW

    $20.00

  • STACKED STACKED

    $20.00

Recently Viewed Products



    Month: April 2017

    April 26, 2017 November 3, 2017 Letícia Cultura, Música & Entretenimento, Rússia, Turistando & Viajando

    Um final de semana em Moscou

    Foi rápido, foi. Mas foi a realização de um sonho antigo!

    Neste último final de semana, tomamos o avião rumo à Moscou para encontrar nossos amigos e finalmente conhecer a capital da Rússia.

    Seria pretensioso demais dizer que conhecemos a cidade inteira em um final de semana, porém conseguimos fazer bastante coisa e voltamos pra casa cheios de fotos e histórias.

    Chegamos em Moscou quase às 22h, já que nosso voo atrasou. Passamos na casa dos nossos amigos Helen e Bruno pra deixar nossas coisas, e fomos, junto com nosso outro amigo Thomaz que também estava por lá, para o restaurante 24h Dr Jivago (Dr. Живаго), que fica praticamente em frente à Praça Vermelha. Nosso late dinner foi glorioso, e com vista pro Kremlin!

    Ao acabarmos o jantar, atravessamos a rua rumo à Praça Vermelha. Infelizmente, o acesso estava fechado, por conta da preparação para as comemorações do Dia da Vitória, mas já deu pra ver a Catedral e a torre do relógio, e chegar bem perto do Kremlin. Jamais esquecerei que vi a Praça Vermelha pela primeira vez beirando as 3 da manhã!

    No sábado, saímos para tomar brunch no Uilliam’s, um restaurante moderninho, aconchegante e com comida deliciosa. Depois do brunch, fomos para a livraria Дом книги (Casa dos Livros) e eu me senti no paraíso, porque é uma livraria e papelaria enorme! Poderia ter ficado o dia inteiro lá.  img_2887-2

    De lá, seguimos para o Музеон парк искусств (Museu/Parque de Artes), que nada mais é do que um grande museu de estátuas e esculturas soviéticas a céu aberto! Infelizmente estava chovendo, mas nem isso atrapalhou nosso glorioso passeio. Coladinho no Музеон, está a Третьяковская галерея (Galeria Tretyakov), onde pudemos conferir a exposição Оттепель (Degelo). Esta interessantíssima exposição está aberta ao público até o dia 11/06 e, se alguém que lê este blog estiver com viagem marcada para Moscou até esta data, recomendo fortemente agendar uma visita, uma vez que é uma grande exposição cultural dedicada a um dos períodos da história nacional russa, rotulado pelos acadêmicos como “Degelo”, e a exposição mostra não só as conquistas do período mas também os desafios e conflitos da época.

    O domingo amanheceu meio estranho, e enquanto tomávamos café da manhã no Хлеб Насущный (“O Pão de Cada Dia”), choveu, nevou, aí choveu de novo, nevou de novo. Tomamos o metrô na gloriosa estação Mayakovskaya (Маяковская), admirando os belos mosaicos, rumo à outra gloriosa estação, a Tverskaya (Тверская), próxima ao Teatro Bolshoi (Большой театр), o que nos deu a oportunidade de ver o exterior do lendário teatro. Depois, fomos ao mirante da incrível Центральный Детский Магазин на Лубянке (Loja central para crianças na Lubianka), que tem uma vista absolutamente encantadora da cidade! Eu poderia ter ficado o dia inteiro por lá, encantada com a loja de Lego e tantas outras coisas que eu adoro do universo infantil (criança interior livre sempre!), tipo uma vitrine lindíssima d’A Bela e a Fera.

    img_3120 img_3131

    Ali pertinho, uma grande estátua de Karl Marx nos esperava, e foi aí que o tempo começou a abrir.

    Ao chegarmos na Praça Vermelha (Красная площадь), o céu estava azul, muito azul, com poucas nuvens, só pra deixar tudo ainda mais lindo. E que emoção indescritível andar por ela, beirando o Kremlin (Московский Кремль), observando a montagem dos preparativos para o Dia da Vitória, e vendo cada detalhe se revelar na nossa frente. Pra mim, o mais emocionante mesmo foi ver tão de perto a Catedral de São Basílio (Собор Василия Блаженногo), que é, sem sombra de dúvidas, uma das construções mais bonitas que já vi na minha vida. Almoçamos na ГУМ (GUM), bem ali mesmo, na Столовая 57, definido pelos nossos amigos como “o bandejão deles”. Mas eta bandejão chique, que tinha até salmão com caviar!

    img_3199 img_3230 img_3250 img_3275

    Eu confesso que não queria sair da Praça Vermelha, queria só sentar ali e ficar esperando o dia acabar, a vida passar, morar ali pra sempre junto do Lênin hihihi mas seguimos nosso passeio (ainda bem!) e paramos pra tomar um lanchinho na шоколадница, e eu provei um dos melhores chás de limão + gengibre + mel de todos os tempos. Continuamos caminhando e, mais tarde, jantamos no Burguer Heroes/Bad Bro Bar, que tem um ambiente bacana, boa cerveja e hambúrguer decente.

    Na segunda feira, tomamos o trem para o aeroporto Sheremetyevo, o que é coisa muito fácil de se fazer: o bilhete pode ser comprado online (com desconto!) e descemos já praticamente dentro do aeroporto, depois de viagem confortável de 35min no Aeroexpress.

    Foi uma visita muito muito rápida, e ainda temos muito mais Moscou e Rússia pra conhecer, mas já foi o suficiente pra transformar o amor platônico de muitos anos em amor eterno e verdadeiro!

    April 25, 2017 November 9, 2017 Letícia Moda & Looks da vida real, Turistando & Viajando

    Malas de bordo pro feriado em Moscou

    Eu gostaria de poder dizer que ao longo dos anos me tornei uma expert em fazer malas, mas a verdade é que eu aprendo a cada viagem que não existe fórmula perfeita. É, eu sei, a internet tá cheia de ideias e dicas infinitas de como organizar uma mala, mas eu aprendi que só dá pra descobrir mesmo o que dá certo com a prática.

    Isto posto, quero dividir com vocês como eu arrumei nossas malas pra passar o feriado em Moscou. Nós embarcamos na sexta 21/04 e voltamos 24/04, e a expectativa era de passear muito com os amigos na capital da Rússia que sempre sonhei conhecer!

    O número pequeno de dias destinado a essa viagem já indicava que deveríamos levar somente malas de mão. As nossas malas de mão são da Roncato, modelo MODO Mercury, com 4 rodinhas e 2 bolsos externos, tamanho 50x35x23cm e capacidade de 39 litros. Além disso, eu levei uma bolsa Longchamp com documentos, outras coisinhas importantes, e coisinhas que poderia querer usar durante o vôo.

    Embora já seja oficialmente primavera, Moscou ainda está bem gelada: poucos dias antes de irmos, nossos amigos ainda passavam por temperaturas negativas. Com isso, era preciso levar roupas mais quentes. Eu sinto frio demais, e tava acabando de sair de uma crise de sinusite feia, então não podia dar sopa pro azar. Aqui em Ierevan já estamos vivendo sob temperaturas bem primaveris, chegando aos 20ºC.

    O look do avião foi escolhido pensando na praticidade: o casaco, a calça jeans e o suéter que eu também usaria nos passeios, um cachecol bem grande e quentinho, e botinhas ortopédicas fáceis de tirar e calçar. As luvas foram no bolso externo pequeno da mala de mão, com fácil acesso caso fosse preciso na chegada em Moscou. Pro Felipe, a mesma coisa: casaco, suéter e calça jeans pra usar todo dia, e tênis. Nós dois passaríamos o final de semana trocando apenas as roupas térmicas, e usamos as mesmas roupas “externas”, porque frio é assim mesmo e exige praticidade, senão a mala ia ficar enorme – e não era isso que queríamos!!

    Usei os organizadores de mala da Carpisa, que considerei bons packing cubes.

    20170421_151937.jpg

    Levei apenas miniaturas dos itens básicos de make, só pra sair com alguma dignidade: perfume CK One, demaquilante Sephora, batom e lápis de olho Marc Jacobs, batom MAC Russian Red, lápis de sobrancelha Benefit. Além disso, grampinhos e elásticos para o cabelo, touca de banho, discos de algodão e cotonetes.

    20170421_152010.jpg

    Bolsinha de remédio com os básicos e emergenciais, e outra igual com os itens de higiene pessoal. Essas bolsinhas nós ganhamos no hotel que ficamos em Varadero, e elas tem o tamanho ideal pra ir na mala carry on com esses itens.

    De novo, quase tudo em sua versão mini: escovas e pasta de dente em miniatura, enxaguante bucal, shampoo e condicionador, hidratante, sabonetes, e um pouquinho de creme antisséptico. Em tamanho normal, só os desodorantes roll on.

    Também levei dentro de um zip lock um pacote de lenços umedecidos, absorventes e protetores diários.

    Dentro do packing cube do Felipe, pijama, 3 blusas térmicas (uma pra cada dia, né), cachecol e luvas.

    No meu packing cube, o equivalente: pijama com meia pra dormir, 3 blusas térmicas, e luva.

    20170421_152435

    Pra nós dois, chinelo que ganhamos no hotel em que ficamos em Farellones, super levinhos e que ocupam zero espaço na mala.

    Pra mim, ainda levei minha Versace vintage pra usar nos passeios, que é super prática e cabe tudo o que é necessário pra passar um dia turistando.

    Na Longchamp, álcool gel, organizador de bolsa da Mango, bolsinha Via Mia com os passaportes, guarda chuva, caixas de óculos, bolsinha Uncle K pra guardar os celulares, carteira Gucci, Kindle, bolsinha Victoria’s Secret com minhas pulseiras e terço, chave de casa, bala Tic Tac, iPod, pasta com documentos, e bolsinhas Mango com cabos carregadores e itens para conforto no avião.

    No fim, percebo que as malas “econômicas” deram certo, e, mesmo com nossas comprinhas de livros, sobrou espaço – utilizado, no aeroporto, pra guardar os casacos, já que em Ierevan a temperatura está bem mais agradável!

    April 24, 2017 April 27, 2017 Letícia Saudade do Brasil

    Aniversário da Mamãe

    IMG_3324

    Descansa no meu colo tua cabeça de mulher, deixa que eu seja tua mãe, ainda que por um instante.

    Vivamos o parto às avessas:

    Eu, que sou tua filha, por ora quero ser tua mãe só para ter o prazer de te ver menina, tão cheia de sonhos; só pra puxar os teus cabelos e nele colocar laços coloridos bordados de alegrias! Cores de tempos antigos, distantes, de quando nem imaginavas que eu seria a tua filha!

    Vem aqui, fica quietinha, descanse, e permita que eu cuide de tuas coisas, que eu faça um pouco do tanto que você faz por todo mundo!

    Farei tudo, só para descobrir a alegria de reverter os poderes do tempo e poder inverter a ordem dos fatos: só para ter a graça de te chamar de “minha filha”, “minha menina”, minha mãe que é “minha Tetê”!